Um roteiro imersivo na diversidade e expressão mineira atravessando as cidades de Belo Horizonte, São João Del Rei e Tiradentes.

Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos

Uma das características marcantes do turismo em Minas Gerais é a sua expressiva cultura, que tem como marca o patrimônio artístico e arquitetônico das cidades barrocas, a diversidade do artesanato, a religiosidade e a rica gastronomia.

Para você vivenciar as melhores amostras de cada uma dessas expressões, essa experiência percorre três cidades e muitos museus, praças, igrejas, mercados, casas de artesanato, entre muitas outras atrações culturais. Pegue a mala, leve uma máquina fotográfica e aproveite cada detalhe da sua viagem!

Destinos de
desta experiência
Belo Horizonte
São João Del Rei
Tiradentes
Dia
Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos
Dia 1
A cultura viva e jovem da capital de Minas

Belo Horizonte é uma síntese de Minas Gerais, onde antigas tradições encontram um ambiente culturalmente ativo, com expressão no cotidiano urbano, na produção teatral, na música, na dança, na moda, na gastronomia e muito mais.

Comece fazendo o Circuito Cultural da Praça da Liberdade. É uma praça linda e cheia de vida para você passear sob as copas das árvores? É. Mas não é só isso. O local abriga nada menos que o famoso Centro Cultural do Banco do Brasil, a Casa Fiat de Cultura, o Centro de Arte Popular da Cemig, o Espaço do Conhecimento UFMG e outros museus. Excelente para conhecer a fundo a cultura de Minas Gerais e do Brasil.

Outro lugar que vale a visita é o Centro de Cultura Belo Horizonte, que tem uma belíssima amostra arquitetônica do estilo neogótico português. No espaço acontecem exposições, seminários e outras atividades culturais.

De lá, siga para o Mercado Central. Se uma coisa vem à mente de qualquer brasileiro quando fala em Minas Gerais, essa coisa é comida. Se você vai a Minas, precisa comer! Aproveite o mercado para experimentar todos os cheiros e sabores, a deliciosa cachaça (aquela que é matéria-prima da caipirinha), o queijo Canastra (só existe por lá!), os famosos doces e ainda encontrar uma série de produtos típicos. O Mercado também é lugar de conversa, principalmente nos botecos com suas comidinhas e aperitivos. Ele preserva tradições antigas e a memória cultural de Minas. Aproveite para encher a mala de souvenires!

Depois de dignamente alimentado, siga para Pampulha. O local abriga a lagoa, a igrejinha de São Francisco, o Museu de Arte da Pampulha, e a Casa do Baile, com projetos assinados por grandes nomes da arquitetura, pintura, escultura e paisagismo. Ali, as pessoas aproveitam para caminhar, andar de bike, visitar o parque de diversões. É aquele programa perfeito para o final da tarde.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto
Dia 2
São João Del Rei: a cidade que tem até título de Cidade Brasileira da Cultura

Está a caminho da cidade pela BR-383? Quando avistar a placa indicando Lagoa Dourada, para tudo! Você precisa experimentar um dos melhores rocamboles (bolo enrolado em recheios) que você vai comer na sua vida. A avenida principal da cidade possui diversas confeitarias: é só entrar e pedir que eles enrolam na hora! Depois da guloseima, siga viagem.

São João Del Rei tem o título de Cidade Brasileira da Cultura por causa da importância de seu patrimônio histórico, dos casarios (algumas casas, de pessoas muito importantes), da efervescência cultural da cidade (com destaque para as duas orquestras bicentenárias), da Lira (que alimenta a tradição religiosa são-joanense com suas músicas sacras barrocas), dos rituais religiosos centenários, e até do sistema de comunicação único via toque de sino (o município também é conhecido como Cidade dos Sinos). Como o seu roteiro é cultural, você não podia deixar de passar por aqui.

Ao chegar à cidade, faça um city tour no centro histórico. Há vários lugares para se visitar, como o Museu Ferroviário, a Igreja São Francisco de Assis, a loja e fábrica de estanho John Sommers e a Rota dos Santeiros. Conheça o Memorial Tancredo Neves, que conta a trajetória de vida de um político brasileiro que teve importante papel na democratização do país, mas que morreu antes de tomar posse como presidente. Outro lugar que vale a visita é a Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar. É uma construção tipicamente barroca e ricamente ornamentada. Única da cidade com altares de talhas douradas, a igreja tem uma imagem de São Miguel, enfeitada por diamantes e esmeraldas, e outra de Nossa Senhora do Pilar, feita com 200 kg de ouro.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto
Dia 3
Tiradentes: uma charmosa cidade do interior de Minas

Tiradentes não tem estilo barroco tão requintado quanto São João Del Rei, mas ela é, sem dúvida, a mais charmosa das cidades históricas de Minas Gerais. Em um city tour panorâmico, você passeia por igrejas, museus e visita o Largo das Forras - a principal praça de Tiradentes para descansar e observar o cotidiano dos moradores, já que o local é ponto de encontro. Lá também tem uma grande quantidade de restaurantes, pousadas, lojas para comprar artesanato e informações especiais para os turistas. Outro cartão postal da cidade é o Chafariz de São José: um local simples, mas cheio de beleza e importância. Para quem gosta do assunto, a cidade possui um Museu do Automóvel. Depois, no vilarejo Bichinho você pode conhecer e comprar artesanatos locais.

Para fechar seu tour cultural de Minas Gerais em Grande estilo, que tal um passeio noturno pela cidade em uma jardineira? Às sextas, sábados e domingos, às 20h (é preciso confirmar), também acontece o espetáculo Luz e Som na igreja Matriz. Uma espécie de roteiro narrado de 16 minutos que conta a história da Matriz, de alguns santos que estão expostos lá e curiosidades. Instrutivo, bonito e emocionante!

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto
Aproveite!

Veja nossas recomendações