Experiências

Roteiro do vinho na Serra Gaúcha

3 dias

Um passeio pelos vinhedos e pela gastronomia de Bento Gonçalves e Caxias do Sul.

Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos

País da cachaça e da cerveja estupidamente gelada, o Brasil também produz vinhos de ótima qualidade. Há terroirs - zonas produtoras - em Minas Gerais, São Paulo e em Estados do Nordeste, mas é a Serra Gaúcha que concentra 90% da produção da bebida no País. O motivo? As uvas mais apropriadas para o vinho necessitam de temperaturas baixas, como as encontradas no Sul do Brasil, para se desenvolverem melhor.

Para comprovar a qualidade da produção local e ainda passear por um Brasil diferente dos clichês de praia e floresta, em paisagens de montanhas e campos cobertos de parreiras, a pedida é uma visita aos municípios de Caxias do Sul e Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul.

A região revela ao visitante um rico legado cultural e histórico deixado por imigrantes italianos que chegaram ao Brasil ainda no século XIX: as igrejas e capelas ali erguidas, a devoção aos santos, o português com sotaque cantado e, principalmente, o cultivo de videiras e a produção do vinho segundo técnicas trazidas da Itália.

Na Serra Gaúcha, é possível conhecer dezenas de vinícolas, desde as familiares (com produção modesta) até as grandes (com dezenas de rótulos diferentes). É possível provar a deliciosa gastronomia local, com muitas massas e queijos. Só não é possível ficar indiferente a tanta beleza e tantos sabores únicos.

Destinos de
desta experiência
Bento Gonçalves
Caxias do Sul
Dia
Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos
Dia 1
Vale dos Vinhedos

Bento Gonçalves é uma pequena cidade de 100 mil habitantes e ponto de partida para a visita ao famoso Vale dos Vinhedos. Fica a 120 km da capital Porto Alegre, cerca de 2 horas de viagem de carro. Para melhor aproveitar o passeio, o ideal é chegar à cidade na véspera e se hospedar por lá mesmo, em um de seus confortáveis hotéis.

No dia seguinte, nada de preguiça! Acorde cedo, tome um farto café da manhã e parta para a exploração das dezenas de vinícolas da região. Quase todas oferecem provas e amostras de seus vinhos e produtos. Algumas cobram entrada, mas o valor pago pode ser revertido em crédito para compras nas suas lojas.

Uma dica é fazer o passeio com uma empresa de turismo. Assim, você pode comer e beber à vontade sem precisar se preocupar em dirigir depois.

Se sobrar tempo e disposição, visite a Casa do Vinho, no centro da cidade.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto

Ótimo para

Dia 2
Passeio de Maria Fumaça

Você já viu uma Maria Fumaça de perto? Já sonhou em viajar em uma? No Brasil, você pode fazer isso, em um passeio pela antiga estrada de ferro e pela cultura da região.

O trem a vapor parte de Bento Gonçalves e percorre 23 km, embalado a teatro, coral e muita música gaúcha e italiana. Chegue cedo à estação, para não perder a primeira degustação, com vinhos produzidos na cidade. A locomotiva para em Garibaldi, onde mais música e a segunda degustação do dia, dessa vez de espumante e suco de uva, aguardam os turistas. Depois, continua até Carlos Barbosa, de onde retorna a Bento Gonçalves.

Como o passeio todo dura apenas algumas horas, você pode fazê-lo pela manhã e aproveitar o período da tarde para conhecer a cachoeira Salto Ventoso, em Farroupilha, um verdadeiro paraíso que já serviu de cenário para diversos filmes e séries.

Uma dica: algumas empresas de turismo vendem o passeio de Maria Fumaça junto com a visita ao Parque Temático Epopeia Italiana, onde é encenada a história de imigrantes que vieram da Itália para o Brasil.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto

Ótimo para

Dia 3
Produção de vinhos

Caxias do Sul é famosa pela Festa da Uva, que a cada dois anos celebra a cultura e a imigração italiana e a produção vinícola da região. No entanto, se você não tiver a sorte de estar por lá quando a comemoração acontece, não se preocupe: a cidade não vive apenas da festa, há muito o que fazer.

A diversão começa já no caminho, na Estrada dos Imigrantes, rodovia que começou a ser aberta por Dom Pedro II, na década de 1870. Ao longo da estrada, há diversos pontos de parada, com belas paisagens, grutas, igrejas, cantinas e museus.

Ao chegar, você pode fazer um dos diversos roteiros turísticos que o local oferece, como o Ana Rech, que visita a uma vila típica construída por imigrantes; o Caminhos da Colônia, que passa por paisagens e vinhedos de Caxias do Sul e Flores da Cunha; ou o Vale Trentino, no qual é possível conhecer a história da produção vinícola da cidade e provar uvas e derivados no Museu Municipal da Uva e do Vinho Primo Slomp.

À noite, não deixe de conhecer os deliciosos restaurantes e suas comidas típicas e quentinhas, ótimas pra se aquecer do frio, como massas, sopas e sobremesas locais - que ficam ainda melhores acompanhadas de alguns dos melhores vinhos produzidos no País.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto

Ótimo para

Aproveite!

Veja nossas recomendações