Cidade de

Rio Branco Rio Branco

Agora ºc Nublado
Escala
ºC ºF
Máxima
Mínima

Cidade Verde; Capital da Amazônia Ocidental; Capital da Natureza; Capital Mais Ocidental do Brasil

Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos

Rio Branco nasceu no século XX e cresceu aos pés da floresta pelas mãos dos seringueiros, bem às margens do rio Acre. Além de estar cercada pela natureza, a capital do Estado do Acre é cheia de parques e praças, como o Parque Ambiental Chico Mendes, antigo seringal hoje dedicado ao lazer dos moradores, e o Parque da Maternidade, que expressa a modernidade urbanística da cidade.

Com população de mais de 400 mil pessoas, Rio Branco é conhecida pela proximidade com outros países, como Peru e Bolívia. O resultado é uma cidade com uma mistura de crenças, costumes, folclore e com uma culinária única. Rio Branco é uma cidade pequena, limpa, iluminada, moderna, quente e hospitaleira, mas é, acima de tudo, um destino cheio de experiências nascidas na floresta e na história do seu povo.

Atrações culturais
A cidade guarda muitos atrativos culturais. Ali, você pode visitar, por exemplo, o Memorial dos Autonomistas, que conta a história da aquisição do Acre pelo Brasil, e o Palácio Rio Branco, que abriga uma exposição permanente sobre a história do povo acreano, da construção do palácio e da cultura dos povos indígenas.

A Biblioteca da Floresta é uma atração à parte. A visitação inclui aula sobre as etnias indígenas da região Amazônica, sons da floresta e até uma reprodução fiel da casa de um seringueiro.

Gastronomia no Norte do Brasil
A cidade tem boas opções de hospedagem e também de diversão. Você pode conhecer o Novo Mercado Velho à beira do rio Acre, cheio de bares e restaurantes onde você pode adquirir itens da cozinha e do artesanato nortista, além de experimentar pratos típicos, como o tacacá e o pirarucu de casaca.

Atravessando a passarela iluminada sobre o rio, você encontra o Calçadão da Gameleira, com uma grande bandeira do Acre que pode ser vista de diferentes pontos da cidade. As casas coloridas, de quando a cidade ainda era um seringal, embelezam o cenário e fazem um convite para uma bela caminhada pelo calçadão.

Aproveite o local para degustar algumas iguarias do Norte do Brasil. Os sabores são peculiares, como o tucupi, um caldo da raiz da mandioca, e o jambu, uma folha que adormece a língua. O cupuaçu, fruto da Amazônia, é utilizado em mousses, bombons, sorvetes e geleias, e também não pode faltar na sua experiência.

Avião/aeroporto
O Aeroporto de Rio Branco recebe voos nacionais diretos de Porto Velho, Manaus e Brasília.
O aeroporto internacional mais próximo a Rio Branco é o de Manaus, que recebe voos de Miami, Lisboa, Cidade do Panamá, Aruba e Curaçao.
Ônibus
O Terminal Rodoviário de Rio Branco recebe linhas municipais, interestaduais e internacional do Peru. Você pode verificar as linhas e o preço da passagem com antecedência.
BR-364, Via Verde km 125, Rio Branco (AC)
+55 68 3221 3693

Ônibus
O projeto de urbanização de Rio Branco possibilitou um bom transporte público. Consulte as linhas de ônibus da cidade.

Caminhada

Como várias atrações estão no centro da cidade, vale a pena fazer o passeio a pé. Passeios nos parques também podem ser feitos caminhando.

Táxi

A maneira mais confortável de se deslocar pela cidade é de táxi. Calcule a tarifa e consulte as empresas prestadoras desse tipo de serviço.

Pontos turísticos em Rio Branco

Turismo no Acre

Agenda cultural de Rio Branco

O DDD (código de área) do Rio Branco é 68.

110V

Central de Atendimento ao Turista: +55 68 3901 3029
Secretaria de Estado de Turismo e Lazer: +55 68 3901 3024 /+55 68 3901 3000
Hospital de Urgência de Rio Branco: +55 68 3223 3080

Calor e chuva estão presentes o ano inteiro. Procure usar protetor solar, para evitar insolações, e repelente, para se proteger contra mosquitos.
A melhor época para visitar Rio Branco é entre os meses de maio e outubro.

Para entrar no Brasil, não é obrigatório vacinar-se contra qualquer tipo de doença. No entanto, é recomendável estar vacinado contra febre amarela (doença transmitida pela picada de mosquitos contaminados) antes da visita a Rio Branco. Caso você nunca tenha tomado a vacina, é preciso tomá-la até 10 dias antes da viagem (esse prazo não é necessário caso você já tenha sido vacinado anteriormente).