Três dias na cidade que abriga a maior hidrelétrica em produção e uma das novas sete maravilhas naturais do mundo.

Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos

Foz do Iguaçu é um destino monumental, presente em duas listas grandiosas: suas Cataratas são uma das Novas 7 Maravilhas Naturais do Mundo e sua usina Itaipu Binacional já recebeu diversos prêmios.

É também um destino superlativo: tem a maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia; em uma de suas atrações – o Parque das Aves – é possível observar mais de 150 espécies diferentes de pássaros; está na fronteira de três países – Brasil, Argentina e Paraguai; e atraiu, em 2015, mais de 1,5 milhão de visitantes, de 172 nacionalidades diferentes.

Em três dias, é possível conhecer seus principais pontos turísticos e se deslumbrar com a força de sua natureza. Uma viagem, sem dúvida, grandiosa.

Destinos de
desta experiência
Foz do Iguaçu
Dia
Adicionar aos favoritos Remover dos favoritos
Dia 1
A gigante Itaipu

A melhor maneira de chegar a Foz do Iguaçu é de avião. O ideal é desembarcar de manhã e aproveitar o dia para visitar o Complexo Turístico Itaipu. É ali que está a famosa Hidrelétrica de Itaipu, a maior em produção de energia e a única binacional do mundo, controlada por Brasil e Paraguai.

O Circuito Especial é o passeio mais indicado para quem deseja conhecer todo o complexo. A visita contempla os cartões-postais da barragem e seus diversos mirantes, de onde você tem uma visão privilegiada da imponência da usina. O circuito inclui um interessantíssimo e esclarecedor tour pelo interior da hidrelétrica, passando pela sala de comando central e pelas 20 impressionantes turbinas. Cada uma delas é responsável pela geração de 700 megawatts, energia suficiente para uma cidade de 2,5 milhões de habitantes. O passeio fica ainda mais grandioso se os vertedouros estiverem abertos, revelando o espetáculo único da vazão da barragem.

Vale também conhecer seu Polo Astronômico, cuja principal atração é um céu virtual que simula a visão do espaço a partir de qualquer latitude do mundo.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto
Dia 2
Cachoeiras da era mesozóica

Primeiro atrativo do dia, o Parque Nacional do Iguaçu reúne impressionantes 275 quedas d’água de mais de 150 milhões de anos de idade, testemunhas de uma época em que a Terra ainda era habitada por dinossauros e o surgimento do homem não estava no horizonte evolutivo.

Verdadeiro santuário da natureza, declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, o Parque tem trilhas e mirantes que colocam você em contato direto com a flora e a fauna do lugar. Mas se você quiser estar ainda mais perto da natureza local, pode praticar esportes radicais, como rafting e rapel, enfrentando as águas turbulentas e descendo por paisagens inesquecíveis. E fique tranquilo em relação à segurança, pois os passeios e equipamentos são certificados.

Na parte da tarde, aproveite para conhecer o Parque das Aves, um espaço de 16,5 hectares onde se pode observar cerca de 800 aves, de 150 espécies diferentes. O lugar também conta com um viveiro de répteis, com espécimes de jiboias, sucuris, jacarés e iguanas. O convívio com as araras do Parque é uma atração à parte e faz a alegria das crianças, que podem vê-las bem de perto.

Se sobrar tempo, consulte as agências locais de turismo que realizam passeios panorâmicos de helicóptero sobre as Cataratas. De cima, tem-se uma vista única e inesquecível das cachoeiras.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto
Dia 3
Três países, uma só cultura

O dia de hoje é dedicado a explorar a cidade de Foz do Iguaçu e sua tríplice fronteira. O melhor ponto para começar a visita é o Complexo Turístico Marco das Américas, também chamado Marco das Três Fronteiras. Você pode colocar um pé no Brasil, outro no Paraguai e uma mão na Argentina, ao mesmo tempo, e aprender um pouco mais sobre a cultura da região, única e unificada, que não conhece os limites entre os três países. O local está sendo reformado e ganhará, em breve, novas atrações.

A Ponte da Amizade fica ali perto e liga o Brasil e Ciudad de Leste, no Paraguai. Transpô-la de carro, ônibus ou a pé é celebrar a cumplicidade que une os dois países, materializada na Ponte e na Hidrelétrica. E a amizade, que inclui também a vizinha Argentina, é concretizada nas relações estabelecidas com os habitantes desse lugar tão único.

  • Destaques da Experiência
  • Atracão
  • Aeroporto
Ótimo para

Comfort Inn

Aproveite!